Campanha de informação e de sensibilização sobre o desperdício alimentar

Um terço dos alimentos produzidos à escala mundial são deitados ao lixo. Os produtos alimentares que, no Luxemburgo, são eliminados todos os anos na restauração, no comércio, nas cozinhas das coletividades e nas famílias representam 118 kg por habitante e por ano.

Quem desperdiça mais são os particulares: uma família luxemburguesa produz, em média, 88,5 kg de desperdícios alimentares por pessoa e por ano. 21% deste desperdício alimentar pode ser evitado, o que representa 75,5 € por habitante e por ano.

Este é o motivo pelo qual o Ministério da Agricultura incentiva os cidadãos, assim como muitos outros intervenientes a terem uma forma mais responsável de consumir. No âmbito do Dia Mundial da Alimentação 2016, o Ministério da Agricultura lançou uma vasta campanha de sensibilização que continua desde essa altura. Poderá encontrar informações detalhadas sobre todas as ações, projetos e eventos organizados pelo Ministério neste site.

+
Campanha – 118 Grënn ëppes ze änneren (118 motivos para fazer mudanças)

No Luxemburgo, 118 quilos de alimentos por habitante são deitados ao lixo todos os anos. São 118 motivos para mudar alguma coisa. É isso que sugere o slogan da nossa campanha “Juntos contra o desperdício alimentar”. Com esta campanha, queremos interpelar o público e consciencializá-lo para o valor dos alimentos com vista a reduzir o desperdício a prazo.

Campanha - “118 Grënn eppes ze änneren”
Image FAQ
+
Brochura - Juntos contra o desperdício alimentar

Esta brochura inclui dicas práticas sobre a forma de reduzir os resíduos alimentares. Estes conselhos dizem respeito às práticas de compra, à forma de guardar os alimentos no frigorífico e ao reaproveitamento dos restos alimentares. Além disso, dá dicas importantes, por exemplo, para distinguir melhor as várias datas que constam das embalagens.

Brochura antidesperdício (FR)
Image FAQ
+
Brochura que inclui boas práticas destinadas aos municípios

Ao todo, 92 municípios em 102 já assinaram o pacto de solidariedade nacional e comprometeram-se a tomar medidas contra o desperdício alimentar. A brochura de boas práticas oferece uma visão geral de todas as ações realizadas no país, e tem como objetivo continuar a incentivar os municípios a levarem a cabo iniciativas interessantes.

Mais informações sobre o pacto com os municípios
+
Exposição itinerante antidesperdício alimentar e oficinas

Cada município que adere ao pacto de solidariedade pode pedir emprestada a exposição antidesperdício alimentar itinerante junto do ministério da Agricultura, da Viticultura e do Desenvolvimento Rural que se encarrega de a entregar e de a montar. A exposição itinerante destina-se principalmente aos alunos do terceiro e quarto ciclo, e permite sensibilizar as crianças e o pessoal docente para o problema, de forma lúdica e interativa. A exposição é também recebida em eventos de grande dimensão para chegar a um público mais vasto, e inclui muitas vezes oficinas informativas.

Exposição antidesperdício alimentar
Image FAQ
+
Formação sobre o antidesperdício alimentar

O Lycée technique hôtelier Alexis Heck, o Lycée technique de Bonnevoie e o Lycée technique agricole subscrevem o pacto nacional de solidariedade antidesperdício e abordam o problema através de todas as disciplinas que lecionam. É aqui que os profissionais de amanhã estão a ser formados.

Image FAQ